segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Uma Questão de Direitos

Parece que foi aprovada uma lei na Polónia que prevê em alguns casos a castração química de pedófilos.
Parabéns Polónia!
Venham agora os defensores dos direitos dos animais, ups, dos direitos humanos, clamar contra tão bárbara decisão.
Que a prisão nada resolve nestes casos de taras incuráveis eu já sabia. Que a maioria deste tipo de criminosos que é posta em liberdade volta a reincidir, não é novidade. Então porquê o choque perante esta decisão?
Finalmente alguém se preocupa mais com os Direitos das crianças abusadas do que com os direitos dos abusadores.

23 comentários:

Melissinha disse...

Sendo uma gaja de esquerda, por mim era metê-los todos em jaulas.

A pedofilia tem tanta cura quanto a psicopatia. É cortar o mal pela raiz para proteger o resto da população.

Chocolate disse...

Concordo e subscrevo.

A semana passada aconteceu mesmo perto da casa da minha sogra só me contaram agora porque sabiam que eu ia ficar incomodada.

Estava para escrever sobre isso... ainda escrevo mas primeiro tenho de organizar as ideias...

>Estou mesmo muito revoltada!

Melissinha disse...

metê-los em jaulas indefinidamente, digo eu.
Têm uma anomalia grave que põe em risco a segurança de outros. Tratem-nos com humanidade, sim, mas bem longe.

Lia disse...

irrita-me profundamente que essas pessoas tenham mais direitos que aqueles que são molestados e nada podem fazer para se defender. Concordo, em absoluto, com a castração quimica uma vez que acho que é uma doença que não tem cura.

Melissinha disse...

mas a castração química só resolve o problema das penetrações certo?
Há muitos outros estragos fora a penetração.
Jaula.

Miguel disse...

Se há situações em que concordo com medidas drásticas, esta é uma delas. Porque há casos em que a reabilitação não é possível e onde existem demasiados riscos para terceiros. A pedofilia é um desses casos.

Ana C. disse...

Melissa gaja de esquerda parece que desaparece a líbido.

Ana C. disse...

Chocolate é um tema que me deixa sempre muito transtornada.

Ana C. disse...

Lia é isso mesmo não existe cura, não há reabilitação possível.

Ana C. disse...

Miguel a prisão aqui nem sequer serve como reabilitação e os riscos que se corre ao deixar um criminoso destes com as armas todas para voltar a atacar são excessivos...

João Pedro disse...

Há casos onde a prisão perpétua (para não falar na pena de morte) é a unica solução, no meu entender. Para pedófilos e violadores, este seria o destino merecido.

Ginguba disse...

Quando penso em pedófilos penso em castração, mas não é química!
São mesmo monstros, têm que ser tratados como tal!

Ana. disse...

Subscrevo a tua opinião, mas o que lhes deviam fazer era a castração física, ao a química. Gente dessa para mim não tem direitos e ponto final.
:|

Lídia Borges disse...

Concordo, sem reticências... Concordo!


L.B.

Blue C disse...

Tendo sido eu uma criança abusada e sendo uma mulher esclarecida, tenho que dizer que o problema da pedofilia não é fisico. Há muitas formas de abusar sexualmente de uma criança sem ser com uma erecção e igualmente humilhantes. Por isso, não me parece que a solução passe pela castração química.

Ana C. disse...

João Pedro penso que o crime de pedófilia é dos mais atrozes e de facto não existe regeneração para este tipo de patologia crónica.

Ana C. disse...

ginguba eu não queria chegar a tanto...

Ana C. disse...

Ana. Cada vez me convenço mais que a solução ideal, por muito nazi que possa parecer, era mesmo uma lobotomia...

Ana C. disse...

Lídia bem vinda com ou sem reticências...

Ana C. disse...

BlueC em primeiro lugar obrigada por partilhares uma parte tão íntima do teu passado aqui neste espaço.
Depois o que se alega é que a castração química retira a líbido, o ímpeto sexual. É claro que não se resume tudo a erecções e há mil e uma maneiras de se abusar sexualmente. Mas sem ímpeto reduzem-se as possibilidades. Isto tudo depois de o individuo cumprir a sua pena (assim é na Polónia)
Se bem que para te ser franca quanto a mim só uma lobotomia à parte do cérebro que controla esses impulsos é que resolvia a questão.

Precis Almana disse...

Ana, é isso mesmo que dizes: a lobotomia. Porque já vi programas sobre isso e parece que a castração não é bem castração, que aquilo não é para sempre e tal...
Mas tudo isso que seja feito quando há provas, não quando só se suspeita ;-)

ONG ALERTA disse...

Está na hora de nós cidadãos exigirmos lei mais rígidas e punições para casos como este.

Miguel disse...

Sem duvida!!!