quinta-feira, 23 de julho de 2009

O Que Mais Gosto em Alguém

Se me perguntarem qual a característica que prezo mais num amigo, ou companheiro de viagem (além do incontornável Bom Carácter e todas essas santidades) eu teria que dizer que é o sentido de humor.
Há coisa pior do que mandarem uma boca qualquer na direcção de uma pessoa ao vosso lado e em troca levarem com um olhar fulminante de quem não sentiu absolutamente mais nada além da ofensa?
Há coisa pior do que verem uma pindérica com unhas de gel nos pés, mamas até ao infinito, t-shirt tigrada e calções no rego e não poderem trocar um olhar cúmplice de gozo com o parceiro do lado?
Há coisa pior do que alguém que não sabe rir-se de si próprio, ou achar em si defeitos dignos de gozo popular?
Provavelmente foi uma das coisas que me levou a escolher o Hugo como companheiro de vida. Quantos de vocês não se importariam de estar num restaurante chinês e ouvirem o vosso par pedir para o empregado:
- Pol Favole, quelo um clepe e um polco doce, sem balatas.
Ou ainda estarem num jantar romântico à luz de velas num restaurante podre de caro à beira mar e quando o empregado traz o vinho para ser provado, o vosso pretendente, em vez de se fingir um entendido na matéria dos vinhos, dá um valente gorgolejo, como se estivesse a lavar a garganta com Tantum Verde e diz com ar sério para o empregado estupefacto:
- Ai que bela pinga!
Pois, provavelmente, muitos de vocês escavariam um buraco até ao subsolo e desapareceriam para sempre, mas eu sempre gostei de rir e se há coisa que fazemos bem os dois é dar uma bela gargalhada.

22 comentários:

Maria Rita disse...

Foi isso mesmo que me encantou no meu Hugo (coincidência de nomes), está sempre disposto a fazer comentários "tontinhos" e a fazer soltar gargalhadas em volta :) Já li, em algum lado, que o sentido de humor é sinal de inteligência, eu acho que é mesmo verdade!

Tesourinhos disse...

AS pessoas com humor animam os nossos dias =)

HannaH disse...

Ai Ana C., o que me fizeste rir agora e o que e fizeste lembrar. Sem dúvida que o J. deve ter andado na mesma escola que o teu Hugo...ha pouco tempo, estavamos a beber um cafézinho numa tarde solarenga aqui no bar da moda, onde é só jet sete oito e nove, e vai que o empregado nunca mais se aproximava para podermos pagar, e o J se vira para ele alto e bom som: "Oh taberneiro, quero pagar faxabor". Toda a gente a olhar pra nós, o empregado com cara de boi, e eu expludo numa gargalhada embora ao mesmo tempo tivesse vontade de me enfiar num buraquinho onde ninguem desse por mim.
Sem duvida que o sentido de humor é fundamental.

Miguel disse...

Sem dúvida! São esse momentos de descontracção (insanidade?) que dão sal à nossa vida!! E sim, a Mariana tem um sentido de humor muito apurado. E eu não conseguiria partilhar a minha vida com alguém sisudo...

Melissinha disse...

haha coitadinho do empregado chinês!
(diz a brasileira solidária que fica um onça raivosa quando falam com ela a imitar o seu sotaque.)

O sentido de humor também é a minha qualidade preferida em qualquer pessoa. O sentido de humor e a leveza. Quando vi o título deste tópico no meu blog, respondi: o sentido de humor e a leveza. Porque sentido de humor é a MELHOR das inteligências e a leveza é a coisa mais rara deste mundo.

João Pedro disse...

Ana... Lindo! Ter sentido de humor é meio caminho andado para estar feliz. Rio-me tantas vezes sozinho, de parvoices que faço ou situações constrangedoras. Felizmente dá-me para isso! :-p

Precis Almana disse...

Concordo. Mas há pessoas que levam tudo a brincar. E isso também me irrita. Inteligência é saber fazer humor nas alturas certas e também ser sério quando é para ser sério. E eu gosto de reflectir sobre coisas sérias às vezes e não gosto que não respeitem isso. E já dei com pessoas que não o respeitam... (as tais que levam tudo e mais alguma coisa a brincar).

Mamã do Raúl disse...

O que me ri:)... sem dúvida, qualidade é obrigatória! Mas parece andar tudo tão sisudo... espero (ainda) encontrar o meu Alguém com bom-humor!:)

Only Words disse...

O humor é o ingrediente que diferencia as pessoas com gosto pela vida, pela vontade de viver e ser feliz ;)

PP_FANTASMA disse...

Quem ficou a rir fui eu:)

Ana C. disse...

Maria Rita quem me faça rir tem desde logo o meu carinho :)

Ana C. disse...

Tesourinhos é maravilhoso dar uma boa gargalhada no fim de um dia menos bom...

Ana C. disse...

Hannah pois é os nossos homes têm algumas semelhanças sim. Eu chamo ao Hugo o palhaço de serviço :)

Ana C. disse...

Miguel o que seria a vida sem momentos de insanidade (sim é mesmo essa a palavra). Eu não sabia viver rodeada de pessoas demasiado sérias e que se levam demasiado a sério...

Ana C. disse...

Melissa o empregado chinês que nunca entendia o que lhe pediamos, NUNCA!!!! Ele estava a pedi-las :)
Leveza sim. Levar tudo demasiado a sério cansa demais...

Ana C. disse...

João Pedro é tão bom rir. Quase que aposto que se rissemos mais ficávamos menos vezes doentes. Deve reforçar o sistema imunitário e tudo ;)

Ana C. disse...

Precis isso são patetas alegres com quem não consegues falar de um único tema sem que levem tudo para o gozo. É claro que não falo desse tipo de pessoas, mas de alguém que também saiba brincar e rir-se de si próprio, tão bem quanto fala de assuntos sérios ;)

Ana C. disse...

Mamã do Raul, Portugal tem muita gente sisuda. Eu própria não tenho uma expressão muito simpática confesso, mas ADORO que me façam rasgar um sorriso :)

Ana C. disse...

OnlyWords nem mais. Rir faz bem à vida :)

Ana C. disse...

PP Fantasma ainda bem que contribuí para o teu sorriso diário :)

Banita disse...

Penso igual sem tirar nem por! Se não tiver quem se ria comigo (eu sou a palhaça de serviço) mais vale estar sozinha!
Beijinhos!
Já sabes se é menino ou menina?

Ana C. disse...

Banita minha palhaça de serviço. Dia 29 tenho o resultado da análise ;)