segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Nos Teus Braços


Mesmo o mais independente dos seres tem alturas na sua vida em que precisa de um porto de abrigo onde ancorar para se sentir mais seguro. Descansar das suas lutas e fechar os olhos num colo só dele.
Mesmo o guerreiro deve baixar a guarda de vez em quando e deixar-se apenas guardar por aquele que o ama.
Porque às vezes aceitarmos a mão que nos estendem é simplesmente o melhor que podemos e devemos fazer.
Eu só queria deixar-me ficar assim perto de ti e sentir que zelavas por mim, protegendo-me do resto da minha vida, vivendo por mim, sentindo por mim, respirando por mim, até que tudo ficasse melhor.
Porque os teus braços ainda são o lugar onde quero regressar quando tudo o resto falha, abraça-me.
Hoje entrego o meu coração nas tuas mãos para que o guardes.

12 comentários:

Sílvia disse...

=) Palavras cheias de sentido...Porque ninguém é feliz sozinho... E sabermos que temos alguém que está sempre à nossa espera, alguém que nos percebe só pelos olhares, alguém com quem não é preciso falar para saber oq eu se sente é tão bom...
Toda a gente devia ter uma pessoa assim na sua vida

bjinho****

Eumesma disse...

E hoje uma lagrimita teimou em querer cair ao ler este texto lindo, lindo...
De felicidade por teres alguém assim e por infelicidade por ser tudo o que mais quero e não o ter...
Ás vezes tudo podia ser tão simples...

(e lá estou eu sempre a falar no mesmo, sorry..)

Ana C. disse...

Sílvia, como é bom termos o nosso porto de abrigo. Toda a gente merece ter alguém assim na sua vida mesmo!

Ana C. disse...

Eumesma, ouve com atenção. Tu não me desistas assim mulher! Qual lágrima qual carapuça, tu vais encontrar o teu porto de abrigo sim. Mas há uma condição (pode parecer foleiro, mas é verdade) só quando estiveres em paz contigo própria é que vais atrair alguém que te mereça.

C disse...

Que texto tão bonito!
Nada há de mais mágico que saber que somos o porto de abrigo de alguém e que esse alguém é o nosso.

um beijinho

Ana C. disse...

C o que seria de nós sem o nosso porto de abrigo naquelas alturas em que tudo é tempestade à nossa volta? E que sorte quando esse porto de abrigo é o nosso companheiro de vida :)

Melissinha disse...

Hoje faço sete anos de namoro!

Deus sabe o quanto precisei de um porto seguro em cada um desses anos. Foram tempos de tempestade.

Para as meninas solteiras: porto seguro também pode ser uma amiga, um parente, um animal de estimação. Um lugar.

Ana C. disse...

Melissa, é claro que todos têm o seu porto seguro sob as mais variadas formas. Mas quando encontramos aquele que nos faz querer ancorar a embarcação é tão bom...
Parabéns! Só eu é que não me lembro dessas datas.

Brisa disse...

Até se sente o calorzinho desse abraço...

Ana C. disse...

Brisa e não é que se sente mesmo :)

kel disse...

Às vezes é tudo o que precisamos para continuar... Sem palavras nem perguntas, deixar os problemas lá fora e repousar no silêncio de um abraço...

Ana C. disse...

Kel e é tão bom quando o podemos fazer...