terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Viajar Para Poder Regressar


O balançar do comboio adormecia-me como um colo. Cabeça encostada à janela trepidante e olhos entreabertos apenas o suficiente para ver a paisagem que se desenrolava lá fora.
As conversas alheias muito ao longe numa língua estrangeira, lembravam-me que estava longe de tudo.
À minha frente alguém que dormia profundamente e cuja cabeça balançava de um lado para o outro, naquele sono desconfortável de viajante.
Queria abrir os olhos, mas aquela lassidão abraçava-me como um beijo terno que não se quer afastar e deixei-me ficar assim. Sem saber qual o rumo que aquela linha férrea traçava, porque não importava. Queria apenas poder descansar de mim assim, ali. Sem antes, nem depois. Apenas no meio de tudo.
E no final, já desperta, encontrar-vos à minha espera como se o meu regresso fosse a coisa mais importante do mundo...

10 comentários:

JS disse...

Havemos sempre de chegar ao lugar que somos esperados.

Ana C. disse...

JS, tenho a certeza que sim.

Eumesma disse...

Viajar para ter vontade de regressar a algo, a alguém, vijar para sentir saudades de alguém, e saber que esixte alguém que nos espera com toda a saudade do mundo, para quem nós somos o mais importante do mundo...

Sim...é bom, sim, fazer tudo com um objectivo.. (hoje estou coerente, ou nem por isso??)

Ana C. disse...

Eumesma, tens dias, mas hoje até que estás coerente :) Ainda bem que percebes estas "vontades de regresso"

Sílvia disse...

Vontades de regresso =)

Porque as vezes é necessário viajar... Para sentir que vale a pena regressar. Para pensar, para reflectir...

bjo***

Ana C. disse...

Ai pois é Sílvia e tu sabes que é...

AnaMoreira disse...

E como sabe tão bem regressar, voltar para juntos daqueles que amamos e sentir isso mesmo.. que aquele regresso é a coisa mais importante do mundo e que fizemos falta, tal como eles nos fizeram a nós!!

Bjs

Ana C. disse...

Ana, já vi que esta vontade de regressar para os braços de alguém é universal :)

Undutchable disse...

Eu vou regressar amanhã! E estou tão feliz por isso!
;-)

Ana C. disse...

Undutchable, Só tenho pena de não estar no aeroporto à tua espera :)