sexta-feira, 20 de março de 2009

O Meu Lar


Podia dizer que o meu lar é onde sinto o nosso cheiro quando chego, onde escuto as vossas vozes mesmo depois de ter adormecido.
Podia dizer que o meu lar é onde cada ruído me é tão familiar.
Podia dizer que o meu lar é onde vive o meu coração, para onde tenho pressa de voltar quando as coisas correm mal, para onde retorno para celebrar uma vitória.
Podia dizer que o meu lar é onde me sento para jantar na nossa mesa de madeira rústica e vos oiço a criticarem, ou elogiarem os meus cozinhados.
Podia dizer que um dos meus mais firmes desejos é que a minha filha sinta que pode sempre voltar para aqui e encontrar abrigo do resto do mundo.
Podia dizer tantas coisas sobre a importância de uma casa a que possamos chamar lar. Mas vou apenas dizer que para mim o meu lar é onde posso entrar e ser simplesmente eu, deixando tudo o que não importa lá fora, incluindo os sapatos...

22 comentários:

KILGORE disse...

É, tirar a armadura:)

Ana C. disse...

Kilgore nem mais. A armadura pesa sempre tanto que é bom podermos livrar-nos dela em algum sítio ;)

socasmoinhosebicicletas disse...

Que máximo os três pares de Crocs alinhadinhos. Também tenho uns azuis. ;-)

Ana C. disse...

Socas, não gostasses tu das Crocs, elas baseiam-se no belo do tamanco holandês :)

banita disse...

Gostei do teu tapete :)
Acho que o sentirmo-nos em casa começa quando entramos pela porta da rua. Quando pisamos o nosso tapete da entrada, pousamos as chaves, o casaco, a mala, procuramos os chinelos e a partir daí esquecemos se o nosso dia foi difícil.

Ana C. disse...

banita, estou a precisar de comprar um novo. Este já está podre... Mas é mto dificil encontrar tapetes originais e que de facto limpem os sapatos e não se limitem a espalhar fibra de côco por todo o lado :)

MARIINHA disse...

Quase sempre estou a desejar chegar a casa ao final do dia.É tão boa a sensação de fecharmos a porta e ficarmos no nosso território à vontade. A primeira coisa que faço quando chego, é descalçar os sapatos ou botas. E no Verão faço uma coisa, que gosto muito e que não posso fazer noutro sítio, que é andar descalça em casa.Achei tanta piada aos sapatos em fila, do tamanho maior para o menor. Um beijinho para a dona dos Crocs mais pequeninos.

Kitty disse...

Olha as Crocs da Alice tão canininhas :)A tia Kitty tem umas "igualinhas" e da mesma cor :)
Adoro gente pequena! Como eu gostava de trabalhar num infantário... pronto lá estou eu a divagar...

Tens razão Ana C., não há nada melhor que a nossa casinha :)

JS disse...

Cá também usamos crocs,menos a Leonor que é muito pequenina! Quando compras mais um par??

Ana C. disse...

Mariinha, acredita o nosso território é sagrado. Lá nada nos pode atingir... A primeira coisa que faço quando chego a casa também é tirar os sapatos :)

Ana C. disse...

Kitty, ires a entrevistas para infantários faz parte do teu rol de entrevistas, ou ainda não? Já pensaste baby sitting?

Ana C. disse...

JS, muito em breve, muito em breve...

socasmoinhosebicicletas disse...

Mas sabes que, curiosamente, as Crocs são americanas? Pois é! ;-)

Kitty disse...

Só pedem gente com curso de educadoras de infância :(
Mas digamos de passagem que se eu tivesse possibilidade de escolher, ou trabalhava com cães, ou com crianças, estou farta de gente crescida cheia de maldade. As crianças são puras e os animais fieis.

banita disse...

(Desculpa a invasão Ana C.)
@ Kitty
Há duas hipóteses para quem quer trabalhar com gente miúda sem ser educadora: Kidzânia (abre em junho na grande Lx) ou auxiliar de acção educativa (fazes um curso penso que no IEFP). Já se sabe que as auxiliares ganham muito menos... :(
Segue o link de recrutamento de animadores para a Kidzânia:
http://www.kidzania.pt/recrutamento_oportunidades.aspx?param=6xaQnimFh6ShIR4NKdOwDMOltenDPaOqvTfY3BhGkRW+zWHOBWDINsoieQHMdJ4GfpXka5l8CyL0AWNUG4CuBA==
Boa sorte!
Obrigada Ana C. pelo teu tempo de antena!

banita disse...

@ Kitty
Desculpa, não copiei o link todo... :(
Segues www.kidzania.pt, clicas em Kidzânia Lisboa, Recrutamento, Oportunidades de carreira, Animadores.
Obrigada mais uma vez, Ana C.
Beijinhos

Kitty disse...

Banita,
És uma querida.... muito obrigada.

...e pronto, é assim que no meio de um blog, invadindo o espaço da querida Ana C. temos notícias de possíveis empregos... :)

Izzie disse...

Espero um dia saber, e ter a dose de sorte necessária, para construir uma família feliz.

Um beijo

Joanissima disse...

There is no place like home, já dizia a Dorothy... : )

Ana C. disse...

Izzie, tu e a pessoa que encontrares para fazer essa família. O esforço é em conjunto...

Ana C. disse...

Joaníssima, e não há mesmo lugar como chez nous.

Eumesma disse...

É o nosso "mundinho" sim, aquele para onde fugimos quando as coisas correm mal, deixando do lado de lá tudo que é dispensável ou que não interessa...
E relamente os sapatitos alinhados ao lado como se fossem uma familia (e até o são na realidade) está mto giro. :-)