terça-feira, 31 de março de 2009

Meu Amor


Meu amor sei que nem sempre tenho toda a paciência do mundo. Sei que os afazeres diários me roubam disponibilidade mental para me sentar a ouvir as tuas conversas intermináveis, ou os teus pedidos de brincadeira.
Sei que me impaciento vezes demais quando conduzo e a tua voz enche o nosso carro de perguntas que se elevam sempre sobre a nossa música.
Sei que te levantas cedo porque o sono simplesmente te rouba o tempo que precisas para ser feliz.
Sei que a primeira pessoa em quem pensas quando acordas é na tua mãe, por isso os teus passinhos apressados correm para dentro do nosso quarto e me despertam todas as manhãs, juntamente com o sol que trazes sempre contigo.
Sei que nem sempre sorrio com as tuas graças, pois há alturas em que o cansaço me arranca o sorriso dos lábios.
Sei que para ti sou especial, mesmo quando me sinto a pessoa menos original do planeta. Sei que sou quem procuras quando te sentes perdida, por quem chamas quando te sentes aflita, quem abraças quando o teu pequeno mundo parece parar de girar.
Desculpa se não sei sempre retribuir esse amor da melhor forma, mas acredita que és o motivo pelo qual o meu coração bate todos os dias. É contigo que me imagino quando olho bem para o fundo da minha vida.
És e serás sempre aquela que me faz querer ser uma pessoa melhor. És o amor da minha vida filha.

18 comentários:

Rainha Mãe disse...

Que declaração linda! Parabéns por esse amor!

Cristina disse...

:) São mesmo os amores da nossa vida. Estou sempre a dizer-lhes isso, às minhas lindas!!!

Cristina

MARIINHA disse...

Pois são,os nossos filhos são o amor das nossas vidas, por eles fazemos tudo e ganhamos forças que não esperávamos ter. Viramos leoas para os defender se for preciso.É um amor do tamanho do mundo. Era o que eu respondia aos meus filhos, quando me perguntavam de que tamanho eu gostava deles. Beijinhos Ana C.

Carla disse...

Declaração lindissima de amor. Incondicional ! :)
Como mãe de 3 filhotes, todos os dias me questiono se falho, se estou no caminho certo.
Nunca sabemos e nunca achamos que damos tudo. Para nós, o nosso melhor é sempre pouco.
Eu costumo dizer que é um amor tão grande que até dói :)
Bendita dor!

PS-Revi-me tanto, mas tanto, nesta tua escrita...arrepio, mesmo! Beijinho

inesn disse...

não há declaração de amor mais bonita do que a de uma mãe para um(a) filho(a)...

:))

Ana C. disse...

Rainha Mãe tu também tens um amor assim :) Obrigada!

Ana C. disse...

Cristina não há amor mais puro...

Ana C. disse...

Mariinha é um amor capaz das maiores provas sim. Do tamanho do mundo é pouco...

Ana C. disse...

Carla obrigada! Este amor dói de tão intenso sim. Tens toda a razão. Eu costumo dizer que estou com dor de amor :)

Ana C. disse...

Inêsn. Eu pensei que não havia declarações de amor como aquelas que se trocam entre dois apaixonados, mas depois de a minha filha nascer percebi que estava muito enganada...

Miguel C. disse...

É impressionante como o eixo sobre o qual o nosso mundo gira se altera quando eles nascem...

Ana C. disse...

Miguel não há maior verdade. Deixamos de girar em torno de nós próprios e passamos para segundo plano, para darmos lugar a este amor incondicional...

Kitty disse...

Um dia também vou desejar sentir um amor assim como este :)

Izzie disse...

Não existe no mundo amor maior que o de uma mãe!
Palavras muito bonitas Ana C.
Abraço

Ana C. disse...

Kitty e quando sentires vais perceber que este é que é o Amor com letra Grande.

Ana C. disse...

Izzie não deve existir mesmo. Obrigada!

Vina disse...

Estou aqui de lágrimas nos olhos ao ler esta lindíssima declaração de amor, pois revi-me e revi a minha filhota em cada palavra que escreveste... Não há nada mais bonito do que o amor que temos pelos nossos filhos e que eles nos retribuem em cada momento! Beijinhos!

Ana C. disse...

Vina, Olá! Adoro perceber que isto que sinto pela minha filha é um sentimento tão universal que atravessa países, raças, gerações... No fundo uma mãe é uma mãe e sente como uma mãe.