segunda-feira, 27 de abril de 2009

Episódios da Vida Familiar

A minha filha acabou de entrar aqui no escritório. Tem a cabeça envolta em quilómetros de papel higiénico que continua a desenrolar no caminho até aqui, pois esqueceu-se de o cortar depois de elaborar o que me parece ser um chapéu.
- O que é que é isso?!!!!! Pergunto eu fora de mim.
- É simples mãe.
- Simples?!!!! - Estou dividida entre o riso e o ataque de nervos.
- É para andar de mota.
O riso vence.

27 comentários:

Melissinha disse...

ó pá quando é que o meu vai dizer essas barbaridades? :D :D

Ana C. disse...

Melissa dá-lhe tempo. Ele está-se a construir. Basta olhar para ele e percebemos logo que vai ser da orelha :)

Precis Almana disse...

Ahahahah! O melhor do mundo são mesmo as crianças, pá!

PP_FANTASMA disse...

É aproveitar:)A adolescência será diferente:)

Only Words disse...

Boa boa, estou a ver que imaginação não falta à tua petiz ;) Há que lhes alimentar essa criatividade, para que possam ser mais independentes e autoconfiantes!

Carla disse...

Maravilha! :)
As crianças têm no papel higiénico um aliado de brincadeiras que só dá para rir ;)
Aproveita, que essa fase voa, voa!!!...(suspiro)

socasmoinhosebicicletas disse...

Olha, vês? Pelo menos é conscienciosa!

AnaMoreira disse...

Era impossível que o riso não vencesse :D

Brisa disse...

Ahahah
É mau quando eles nos vencem pelo riso, não é? :) :)

Ana C. disse...

Precis agora disseste uma graaaande verdade :)

Ana C. disse...

PP Fantasma na adolescência será: Mãe vou bazar de mota com um tipo e não levo capacete. Ahhhhhhhhh porque é que me foste lembrar disso?

Ana C. disse...

Only Words eu podia ficar aqui uma tarde a contar-vos pedacinhos da imaginação dela. Mas não quero ser uma daquelas mães que aborrece os outros de morte com as gracinhas das crias :)

Ana C. disse...

Carla o papel higiénico é um aliado em qualquer idade, mas nas crianças é sem dúvida multi-funções :)

Ana C. disse...

Socas podes crer. Com aquilo não há queda que penetre na cabeça :)

Ana C. disse...

Ana na maior parte das vezes sou facilmente vencida pelo riso...

Ana C. disse...

Brisa podia ser pior. Vencer-me pelo choro é que não ;)

Kitty disse...

Ana, não sei se já deu para perceberes que a tua filha vai ser artista plástica :)

Ana C. disse...

Kittu meu Deus acabei de ter uma visão de um desfile de moda todo em papel higiénico. É claro que tens razão, como é que não pensei nisso???????

Ana C. disse...

Kitty tu sabes que eu queria dizer Kitty e não Kittu. Mas onde é que estou com a cabeça? Na gripe porca claro.

Izzie disse...

A Alice é a maior:)

as crianças têm cá um poder de nos fazer soltar aquele riso inevitável:)

Ana C. disse...

Izzie quando tudo parece negro só apetece ir para perto de crianças. Elas são um antídoto para a neura. A sério...

Banita disse...

Ó Ana, antídoto para a neura, mas por vezes também a própria causa dela, não achas? :D

Ana C. disse...

banita depende. Neura ela nunca me dá, quando estou mais neura preciso é de me encostar a ela. Mas esgotamento nervoso já é outra conversa...

PP_FANTASMA disse...

Desculpa, de facto, eu consigo ser muito insensivel:(

L. disse...

Olá Ana. Não estou desaparecida, apenas com muito trabalho. Consegui uma abertura e vim dar uma gargalhada com este post.

Lindo!!!

Beijinhos

Ana C. disse...

L. Volta sempre que quiseres gargalhar :) Bjs

Pedro Barata disse...

Fantástico!!!